Associadas ABEAR terão 6 mil voos extra e 1 milhão de assentos adicionais em reforço para a alta temporada de Verão

Plena reposição da oferta em relação ao ano anterior (preenchendo a saída de uma companhia do mercado), incluindo expressivo reforço de capacidade, com mais de 6 mil voos extra e 1 milhão de assentos adicionais em rotas domésticas e internacionais durante os meses da alta estação de Verão. Estas são as perspectivas das integrantes da ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) para o período nobre da aviação e do turismo, de dezembro a março, quando as viagens de lazer se intensificam, com a chegada das férias e do calor, somando-se aos deslocamentos mais constantes do público profissional.

Os dados e expectativas otimistas foram apresentados ontem (6/11) pelos principais executivos do setor aéreo durante o evento de entrega do Prêmio ABEAR de Jornalismo e de fotografia de aviação (Prêmio Spotters), em Brasília, que contou com o anúncio da malha sazonal 2019/2020. A ABEAR reúne as companhias GOL, LATAM, MAP, TWOFLEX e VOEPASS.

A reportagem “90 anos da Panair do Brasil”, produzida pela equipe da Globonews-RJ para o programa Arquivo N, que já havia faturado a categoria Experiência de Voo, foi revelada como a melhor entre os vencedores, levando também o Grande Prêmio nesta 7ª edição do concurso jornalístico. Os vencedores das demais categorias haviam sido divulgados em 18 de outubro. A presente edição registrou recorde de participação da mídia, com 163 trabalhos analisados.

“Foi uma noite especial, porque além do tradicional evento de confraternização, no qual reconhecemos os bons trabalhos jornalísticos, demos foco à contribuição da aviação para o turismo, mudando um pouco o tom das conversas e compartilhando novidades animadoras depois de um ano complicado”, conta o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz. “Com a aproximação da alta estação nossas associadas identificaram um saudável aquecimento das reservas, e também como forma de estímulo às viagens neste Verão, reagiram prontamente colocando essa robustíssima oferta adicional em complemento aos voos regulares”, prossegue. “Nossas questões de custos e desalinhamentos, incluindo agora a preocupante deturpação do uso da Justiça nas relações de consumo, seguem no radar. Mas a aguardada reativação da economia começa a se mostrar mais consistente pelo que se nota do comportamento da demanda”, conclui.

Em relação aos voos domésticos, as operações extra reforçam a conectividade em todas as regiões do país, mas especialmente entre destinos turísticos do Nordeste, em evidência nessa época, e as localidades emissoras de visitantes. Há pelo menos uma dúzia de rotas inéditas na malha aérea da temporada. Para os deslocamentos internacionais, o incremento inclui rotas que ligam o Brasil a países vizinhos, como Argentina, Uruguai, Chile e Peru, além dos EUA. Cada companhia estará fazendo em breve o detalhamento específico de suas operações para o período.

Acesse todas as notícias