Clipping

28/06/18

CLIPPING 28/06/2018

FOLHA DE SÃO PAULO

Delta terá custo adicional de US$2 bi com combustível, diz presidente

NOVA YORK

A Delta Air Lines deve gastar R$ 2 bilhões a mais neste ano devido ao aumento de despesas
com combustível, disse nesta quarta-feira (27) o presidente-executivo da companhia aérea, Ed
Bastian.

No começo do mês, a Delta reduziu sua projeção de lucro no segundo trimestre por conta do
aumento de 50% nos seus gastos com combustíveis. A expectativa do preço das ações caiu 

de US$ para para US$ 1,65/US$ 1,75. 

O gasto cada vez maior com combustível já pesou sobre os resultados de outras companhias
aéreas. Em abril, a American Airlines reduziu sua estimativa de lucro anual.

A Delta, que é uma das sócias da brasileira Gol, e os concorrentes esperam que uma
demanda forte, preços mais altos das passagens aéreas e benefícios com redução na carga
tributária nos EUA possam compensar o impacto dos preços mais elevados do combustível.

As ações da Delta recuaram cerca de 2% nesta tarde, para US$ 50,04, tendo desempenho 

pior que o do índice que reúne papéis do setor nos EUA.

 

Mini A350’, A330neo da TAP visita Brasil em voos de teste

Guilherme Magalhães

Ainda ostentando o cheiro de avião novo e uma fuselagem de pintura impecável, o primeiro
A330neo do mundo fez uma breve visita ao Aeroporto Internacional de Guarulhos na última
sexta-feira (22). Ele também passou pelo Galeão, no Rio, e Recife.

A TAP, que é a cliente de estreia do modelo, deve operar a aeronave na rota São Paulo-Lisboa
a partir de outubro. A Folha esteve em dos voos de teste do modelo.

Até o fim deste ano, a aérea de Portugal espera receber 7 dos 21 A330-900 encomendados
em novembro de 2015, depois de desistir do pedido original de 12 A350 em meio à
reestruturação promovida na companhia com a chegada do consórcio Atlantic Gateway, que
tem entre seus integrantes o fundador da Azul, David Neeleman.

Em um movimento semelhante ao que fez a Azul quando trocou seus pedidos de A350 para
A330neo, a TAP entendeu que não fazia sentido ter um avião com alcance de 15 mil km com
uma operação focada nas Américas, onde um modelo que faz até 13,3 mil km é o suficiente.

Além disso, os custos operacionais de leasing para o A350 giram em torno de US$ 1,4 milhão
por mês (R$5,3 milhões), enquanto o A330neo fica em US$ 800 mil mensais (R$ 3 milhões).

Ao contrário do A330neo, que atualiza o A330 lançado há 24 anos, o A350 é um projeto
inteiramente novo pensado para o mercado de aeronaves entre 280 e 366 passageiros.

Logo, a estratégia da Airbus foi vender o A330neo, que leva de 257 a 287 passageiros e tem
várias melhorias lançadas primeiro no irmão maior, como um “mini A350”.

O design reforça isso, com a adoção da máscara negra do A350 no pára-brisa e os novos
sharklets —a pontinha da asa—, que otimizam a aerodinâmica do avião. A própria asa tem
curvatura bem mais suave que a do A330 que se vê hoje nos céus.

Os novos motores Trent 7000 da Rolls-Royce, que também têm tecnologia derivada do A350
e são mais silenciosos, permitem redução de 11% no consumo de combustível frente aos
atuais A330 —aliás, o neo vem de New Engine Option (nova opção de motor).

Por dentro, encontra-se a mesma cabine Airspace inaugurada com o A350 em 2015, com
bagageiros internos 66% maiores do que o atual A330.

Desde o lançamento do programa A330neo, em 2014, a Airbus recebeu 214 pedidos do -900,
menos do que o esperado na época. A variante menor, o -800neo, segue sem compradores,
depois que seis pedidos foram cancelados.

A fabricante europeia, porém, aposta na janela de renovação de frotas dos primeiros A330 e
A340, que já completaram 20 anos, além do Boeing 767, que tem o mesmo porte e foi
introduzido em 1982, e do 777-200, a menor versão desse jato da Boeing. Segundo a Airbus,
cerca de cem A330 em operação atualmente terão mais de 20 anos até 2020.

No portfólio da TAP, o A330neo vai permitir uma possível expansão até a Costa Oeste dos
Estados Unidos, ligando Lisboa a San Francisco, por exemplo.

A companhia portuguesa tem ainda 14 encomendas do novo A321LR (Long Range), uma
atualização do A321 que permitirá voos de Lisboa à Costa Leste dos EUA. Vale lembrar que,
enquanto A330neo e A350 são aviões de fuselagem larga (widebodies, com dois corredores
centrais), o A321 tem fuselagem estreita (narrowbody, com apenas um corredor).

Em tempo, a Azul espera receber seu primeiro A330neo até o fim deste ano, tornando-se a
primeira aérea brasileira a operar o modelo.

 

O ESTADO DE SÃO PAULO

Azul lança oferta no exterior de ações detidas pela chinesa Hainan

https://economia.estadao.com.br/noticias/mercados,azul-lanca-oferta-no-exterior-de-acoes
-detidas-pela-chinesa-hainan,70002371840

 

G1

Após resolução da Anac, pelotão dos bombeiros que atua no aeroporto
de Uberaba deixará o local

https://g1.globo.com/mg/triangulo-mineiro/noticia/apos-resolucao-da-anac-pelotao-dos-bombeiros
-que-atua-no-aeroporto-de-uberaba-deixara-o-local.ghtml

Novas regras na via de entrada do aeroporto de Florianópolis facilitam
embarque e desembarque de passageiros

https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/novas-regras-na-via-de-entrada-do-aeroporto-de
-florianopolis-facilitam-embarque-e-desembarque-de-passageiros.ghtml

Homem só de cueca invade pista de aeroporto em Atlanta e sobe em
asa de avião

https://g1.globo.com/mundo/noticia/homem-so-de-cueca-invade-pista-de-aeroporto-em-atlanta
-e-sobe-em-asa-de-aviao.ghtml

 

BOM DIA BRASIL

Número de balões perto de aeroportos aumenta 10% no primeiro semestre

https://globoplay.globo.com/v/6837403/

 

PANROTAS

Após Space X, aéreas dos EUA veem novos concorrentes 'espaciais'

https://www.panrotas.com.br/aviacao/tecnologia/2018/06/apos-space-x-aereas-dos-eua
-veem-novos-concorrentes--39espaciais-39_156683.html

Veja fotos da Torcida Gol no hangar em Congonhas

https://www.panrotas.com.br/aviacao/eventos/2018/06/veja-fotos-da
-torcida-gol-no-hangar-em-congonhas_156684.html

Qatar Airways faz esquenta em São Paulo para Mundial de 2022

https://www.panrotas.com.br/aviacao/eventos/2018/06/qatar-airways-faz-esquenta
-em-sao-paulo-para-mundial-de-2022_156679.html

Avianca voará de Bogotá a Munique em novembro

https://www.panrotas.com.br/aviacao/novas-rotas/2018/06/avianca
-voara-de-bogota-a-munique-em-novembro_156666.html

Austrália e Índia assinam acordo de céus abertos

https://www.panrotas.com.br/viagens-corporativas/aviacao/2018/06/
australia-e-india-assinam-acordo-de-ceus-abertos_156658.html

Gol acompanha concorrentes e aumenta taxa de bagagem; veja preços

https://www.panrotas.com.br/aviacao/empresas/2018/06/gol-acompanha-concorrentes-e-aumenta
-taxa-de-bagagem-veja-precos_156655.html

Brasil e Estados Unidos assinam acordo de céus abertos

https://www.panrotas.com.br/aviacao/parcerias/2018/06/brasil-e-eua-assinam
-acordo-de-ceus-abertos_156657.html

Parlamento britânico aprova ampliação de Heathrow

https://www.panrotas.com.br/aviacao/aeroportos/2018/06/parlamento
-britanico-aprova-construcao-de-3a-pista-em-heathrow_156635.html

 

MERCADO E EVENTOS

Avianca tem tarifas promocionais para a Europa

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/avianca-tem
-tarifas-promocionais-para-a-europa/

Emirates recrutará pilotos de Chile, Brasil e Argentina

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/emirates-recrutara
-pilotos-de-chile-brasil-e-argentina/

Cápsula do tempo no Floripa Airport

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/servicos/
capsula-do-tempo-no-floripa-airport/

Temer sanciona Acordo de Céus Abertos com os Estados Unidos

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/temer-sanciona-acordo-de-ceus
-abertos-com-os-estados-unidos/

Air Canada Brasil inaugura novo endereço em São Paulo

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/air-canada-brasil
-inaugura-novo-endereco-em-sao-paulo/

 

VALOR

Azul lança oferta para venda de fatia do HNA 

Por Paula Selmi e Marcelle Gutierrez | De São Paulo 

A Azul lançou uma oferta pública de ações no exterior para que sua acionista Hainan Airlines
Holding, do grupo chinês HNA, venda a participação que detém na companhia aérea brasileira.
A fatia é de 17,95% do total de ações preferenciais da empresa. 

O preço da operação foi fechado em US$ 16,15 por American Depositary Share (ADS). Com
esse valor, a oferta deve movimentar aproximadamente US$ 313 milhões. 

Ontem à noite, a Azul informou a conclusão do procedimento de coleta de intenções de
 investimento ("bookbuilding") referente à distribuição secundária de ações. Segundo a
companhia brasileira, a liquidação financeira está prevista para 29 de junho e abrange
19.379.335 ADSs, equivalentes a 58.138.005 ações preferenciais. 

A fatia representa a totalidade dos papéis da Azul detidos pela Hainan, com exceção de uma
ação remanescente após a formação das ADSs, da qual a acionista vai dispor após a
conclusão da venda, informou a aérea brasileira. Nenhum outro acionista está vendendo
ações ou ADSs nessa oferta. 

Com a operação, a Hainan não terá mais o direito de indicar membros para o conselho de
administração da Azul. A companhia é a quarta maior do setor aéreo na China e entrou como
sócia na empresa brasileira em 2015, ao comprar 22,7% de suas ações preferenciais por
US$ 450 milhões. 

O grupo HNA vem vendendo ativos desde o início de 2018 para reduzir seu endividamento,
após gastar mais de US$ 40 bilhões com aquisições nos últimos anos. Em março, se desfez
da participação que tinha na rede de hotéis Hilton. 

Em abril, foi a vez de diminuir a fatia na Azul para 17,95% das ações preferenciais. Seus
papéis foram vendidos para outra sócia estrangeira da Azul, a americana United Airlines,
cuja fatia na companhia brasileira subiu de 3,7% para 8%. 

 

 


abear no facebook

abear no twitter

São Paulo

Av. Ibirapuera, 2332 - Conj. 22 - Torre Ibirapuera I
04028-002 | Moema | São Paulo/SP
+ 55 11 2369-6007

Rio de Janeiro

Av. Marechal Câmara, 160 - Edifício Orly, 8º andar, Sala 832
20020-080 | Centro | Rio de Janeiro/RJ
+ 55 21 2532-6126

Brasília

SAUS Quadra 1 - Bloco J , 10/20 - Edifício CNT - Sala 506
70070-944 | | Brasília/DF
+ 55 61 3225-5215