Clipping

12/06/18

CLIPPING 12/06/2018

JORNAL DO BRASIL

Aéreas reportam crescimento da demanda em maio, mesmo com
impactos da greve

http://www.jb.com.br/economia/noticias/2018/06/11/aereas-reportam-crescimento-da
-demanda-em-maio-mesmo-com-impactos-da-greve/

 

FOLHA DE SÃO PAULO

Dois aeroportos brasileiros aparecem em lista dos 10 melhores do mundo

Nikki Ekstein

No verão passado, em uma viagem pelo sul da África, eu peguei seis voos com a South
African Airways. No primeiro, um voo de 15 horas do aeroporto JFK em Nova York para
Johannesburgo, a saída de ar condicionado e a tela da minha poltrona estavam quebradas.
Nos meus outros cinco voos, a situação só melhorou um pouco.

Faltando uma semana para a volta, um funcionário do atendimento ao consumidor da South
African Airways recebeu uma mensagem raivosa minha, citando os aviões ultrapassados da
companhia e os comissários de bordo antipáticos.

Com certeza não fui o única a reclamar: a companhia parecia estar muito acostumada em
responder a mensagens desse tipo. O funcionário se desculpou na hora e me deu um crédito
de milhagem. Isso não desfez os voos péssimos, mas essa mostra de humanidade é rara na
indústria de aviação.

Essa é a razão pela qual a endividada companhia levou o quinto lugar no relatório de 2018 da
AirHelp, uma empresa que advoga em benefício de passageiros por compensações financeiras
em casos de atrasos e cancelamentos. Sua sexta pesquisa usa dados do primeiro trimestre do
ano para classificar as 72 companhias aéreas internacionais para as quais a empresa tem
dados estatísticos relevantes.

Geralmente, rankings são baseados em três fatores: pontualidade, qualidade do serviço
(baseada em avaliações do público coletadas em sites confiáveis), e índice de processamento
de queixas (que reflete como uma companhia lida com reclamações dos usuários).

“A South African Airways tem um fantástico índice de processamento de queixas", explica
Ashley Raiteri, conselheiro da indústria de aviação para a AirHelp —a companhia aérea
obteve 8,69 pontos de 10 possíveis— e também tem um bom histórico de pontualidade em
seus voos.

“Irregularidades em voos vão acontecer”, Raiteri acrescenta. “O que importa é se a companhia
se planejou para elas, de forma que possa tornar a experiência menos infernal para o
consumidor.”

Com isso em mente, aqui estão as melhores e piores companhias aéreas do ano, de acordo
com o AirHelp, ao lado de suas porcentagens de pontualidade.

As 10 melhores companhias aéreas de 2018

1. Qatar Airways (89% de pontualidade)

2. Lufthansa (76%)

3. Etihad Airways (86%)

4. Singapore Airlines (85%)

5. South African Airways (85%)

6. Austrian Airlines (80%)

7. Aegean Airlines (90%)

8. Qantas (89%)

9. Air Malta (86%)

10. Virgin Atlantic (82%)

As 10 piores companhias aéreas de 2018

63. Jet Airways (65% de pontualidade)

64. Aerolineas Argentinas (85%)

65. Iberia (84%)

66. Korean Air (64%)

67. Ryanair (86%)

68. Air Mauritius (69%)

69. EasyJet (79%)

70. Pakistan International Airlines (61%)

71. Royal Jordanian Airlines (83%)

72. Wow Air (75%)

Há surpresas nas duas listas. A Iberia —que ficou entre as melhores companhias aéreas em
um relatório parecido da Flight Stats no ano passado, baseado apenas em pontualidade—
aparece na lista de piores companhias da AirHelp, um reflexo de seu baixo índice de
processamento de queixas. KLM e Emirates, companhias com uma base de fãs apaixonados,
aparecem em 11º e 16º, respectivamente, logo depois do top 10.

Companhias americanas não foram muito bem: a American Airlines foi a que se deu melhor,
em 23ª de 72 empresas, seguida pela United Airlines na 37ª posição e pela Delta Air Lines
em 47º.

“A Delta é ótima em pontualidade, mas eles costumam ou ignorar as queixas dos clientes,
ou rejeitá-las logo de cara, forçando o consumidor a ir à justiça para receber o que merecem”,
Raiteri disse à Bloomberg. Enquanto as três companhias aéreas tiveram notas quase iguais
em “qualidade de atendimento”, a Delta liderou a categoria por poucos décimos.

Enquanto companhias de baixo custo não pontuam bem, com Ryanair, EasyJet e Wow Air
aparecendo entre as 10 piores empresas, há uma exceção: a Norwegian Air ficou em 12º no
ranking das melhores empresas, por causa dos seus 76% de pontualidade e dos bons
resultados no índice de processamento de queixas e na qualidade do atendimento.

Os dados sobre os melhores e piores aeroportos têm surpresas parecidas. Nenhum aeroporto
americano ficou entre os 30 melhores —Seattle-Tacoma é o melhor posicionado, no 33º
lugar— enquanto um grande número de aeroportos brasileiros dominou o ranking, algo que
Raiteri atribui ao bom clima local e a uma rede de conexões que mantém a circulação dos
voos de forma suave e pontual.

Os dados da AirHelp para aeroportos cobrem 141 destinos. Eles levam em conta pontualidade,
qualidade de atendimento e sentimento do consumidor digital, mas seus rankings pesam em
favor dos dois primeiros critérios.

“Aeroportos diferentes lidam com problemas diferentes”, explica Raiteri, dizendo que o
Hartsfield-Jackson Atlanta enfrentou recentemente uma série de interrupções de fornecimento
de energia, enquanto aeroportos na Escandinávia tendem a ser afetados por atrasos causados
pelo clima, apesar de sua aparências lustrosas e do atendimento eficiente.

“Em alguns lugares, a cultura local pode deixar as pessoas sentindo frio”, acrescenta Raiteri,
descrevendo o estilo direto de agentes de segurança do norte da Europa.

Aqui estão os melhores e piores aeroportos de 2018.

Os 10 melhores aeroportos de 2018

1. Aeroporto Internacional de Hamad, Doha, Qatar (DOH)

2. Aeroporto Internacional de Atenas, Atenas (ATH)

3. Aeroporto Internacional de Tóquio, Tóquio, Japão (HND)

4. Aeroporto de Colônia-Bonn, Colônia, Alemanha (CGN)

5. Aeroporto Changi de Singapura, Singapura (SIN)

6. Aeroporto Internacional de Ch?bu Centrair, Nagoya, Japão (NGO)

7. Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas (VCP)

8. Aeroporto Internacional Rainha Alia, Amã, Jordânia (AMM)

9. Aeroporto Internacional do Recife-Guararapes/Gilberto Freyre, Recife (REC)

10. Aeroporto Internacional de Quito, Quito, Equador (UIO)

Os 10 piores aeroportos de 2018

132. Aeroporto de Eindhoven, Eindhoven, Holanda (EIN)

133. Aeroporto de Bordeaux-Mérignac, Bordeaux, França (BOD)

134. Aeroporto de Edimburgo, Edimburgo, Escócia (EDI)

135. Aeroporto Internacional de Kiev-Boryspil, Kiev, Ucrânia (KBP)

136. Aeroporto de Manchester, Manchester, Reino Unido (MAN)

137. Aeroporto de Estocolmo-Bromma, Estocolmo, Suécia (BMA)

138. Aeroporto de Paris-Orly, Paris (ORY)

139. Aeroporto de Lyon-Saint-Exupéry, Lyon, França (LYS)

140. Aeroporto de Londres Stansted, Londres,Reino Unido (STN)

141. Aeroporto Internacional do Kuwait, Farwaniya, Kuwait (KWI)

Um pouco de otimismo: Raiteri diz que a maioria das companhias aéreas e dos aeroportos
que caíram nos rankings deste ano acabaram assim porque o mercado está se tornando mais
competitivo, e não porque o desempenho individual deles piorou.

“O que nós mais vemos são melhoras, para ser honesto”, ele disse à Bloomberg. “A maior
parte das companhias aéreas demorou para reconhecer sua responsabilidade, mas depois de
toda a exposição que a United teve no ano passado, nós estamos vendo elas lidarem com os
passageiros de forma muito diferente.”

Sobre todas as companhias e aeroportos, ele diz, “nós não vemos o pessoal cair na
classificação por causa de desempenho ruim —mas porque outra entidade está indo melhor
e pressionando-o para baixo.” Considere isso como o copo meio cheio da próxima vez que
você ficar encalhado no portão de embarque.

 

O ESTADO DE MINAS

Aéreas reportam crescimento da demanda em maio, mesmo com
impactos da greve

https://www.em.com.br/app/noticia/economia/2018/06/11/internas_economia,966093/aereas
-reportam-crescimento-da-demanda-em-maio-mesmo-com-impactos-da.shtml

 

G1

Incêndio em veículo no aeroporto de Frankfurt deixa feridos

https://g1.globo.com/mundo/noticia/incendio-em-veiculo-no-aeroporto-de-frankfurt
-deixa-feridos.ghtml

Aeroporto de Jaguaruna passa a ter base militar canina para combate
à criminalidade

https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/aeroporto-de-jaguaruna-passa-a-ter-base-militar
-canina-para-combate-a-criminalidade.ghtml

 

DCI

Aéreas reportam crescimento da demanda em maio, mesmo com
impactos da greve

https://www.dci.com.br/servicos/aereas-reportam-crescimento-da-demanda-em-maio
-mesmo-com-impactos-da-greve-1.714347

Problema em motores de aviões da Rolls-Royce é maior do que o previsto

https://www.dci.com.br/servicos/problema-em-motores-de-avi-es-da-rolls-royce-e-maior-do-que
-o-previsto-1.714326

Azul tem alta de 14% na demanda total em maio, puxada por
voos internacionais

https://www.dci.com.br/servicos/azul-tem-alta-de-14-na-demanda-total-em-maio
-puxada-por-voos-internacionais-1.714143

 

PANROTAS

KLM investe em robô que tomará decisões operacionais pela aérea

https://www.panrotas.com.br/aviacao/tecnologia/2018/06/klm-investe-em-robo-que-tomara
-decisoes-operacionais-pela-aerea_156243.html

Com mais filmes, Lufthansa aprimora entretenimento a bordo

https://www.panrotas.com.br/aviacao/investimentos/2018/06/com-mais-filmes
-lufthansa-aprimora-entretenimento-a-bordo_156234.html

Alitalia inaugura novo lounge no aeroporto de Roma

https://www.panrotas.com.br/aviacao/empresas/2018/06/alitalia-inaugura
-novo-lounge-no-aeroporto-de-roma_156233.html

Qatar Airways anuncia Qsuite na rota para Camberra via Sidney

https://www.panrotas.com.br/aviacao/novas-rotas/2018/06/qatar-airways-anuncia
-qsuite-na-rota-para-camberra-via-sydney_156229.html

Azul fecha codeshare com Beijing Airlines, e venderá voos para Pequim

https://www.panrotas.com.br/aviacao/parcerias/2018/06/azul-fecha-codeshare-com-beijing
-airlines-e-vendera-voos-para-pequim_156227.html

Azul se sustenta no inter e tem alta de 14% na demanda

https://www.panrotas.com.br/aviacao/pesquisas-e-estatisticas/2018/06/azul
-cresce-715-no-inter-nacional-tem-queda-com-a-greve_156216.html

NDC-X, da Iata, inclui Qantas e deve chegar ainda neste ano

https://www.panrotas.com.br/aviacao/distribuicao/2018/06/ndc-x-da-iata-inclui
-qantas-e-deve-chegar-ainda-neste-ano_156208.html

 

MERCADO E EVENTOS

Air Canada e Air China assinam Joint Venture

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/air-canada
-e-air-china-assinam-joint-venture/

Aerolíneas Argentinas volta operar voo Rio de Janeiro – Rosário

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/aerolineas-argentinas-volta
-operar-voo-rio-de-janeiro-rosario/

Azul e Beijing Capital Airlines assinam acordo de codeshare

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/azul-e-beijing-capital-airlines
-assinam-acordo-de-codeshare/

Turkish atinge maior taxa de ocupação de sua história nos primeiros
cinco meses do ano

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/turkish-atinge-maior-taxa-de-ocupacao
-de-sua-historia-nos-primeiros-cinco-meses-do-ano/

Azul registra aumento de passageiros em maio

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/azul-registra
-aumento-de-passageiros-em-maio/

Air Canada passa a oferecer conexão via satélite em seus
voos internacionais

http://www.mercadoeeventos.com.br/noticias/aviacao/air-canada-passa-a
-oferecer-conexao-via-satelite-em-seus-voos-internacionais/

 

VALOR

Azul faz acordo para compartilhar voos com a Beijing Capital Airlines 

Por João José Oliveira | Valor 

SÃO PAULO  -  A Azul, terceira maior companhia aérea do país, informou hoje que assinou
acordo de 'code-share' (compartilhamento de voos) com a Beijing Capital Airlines. 

Com a parceria, a Beijing incluirá seu código de voos (JD) nas operações da Azul para a
cidade de Lisboa. A aérea brasileira, por sua vez, coloca o código (AD) no voo operado da
cidade portuguesa para Pequim. 

Os bilhetes poderão ser adquiridos pelo site de ambas as companhias, assim como os demais
canais de vendas. 

A Beijing Capital Airlines faz parte do Hainan, maior grupo privado de aviação da China,
controlado pela HNA, também sócia minoritária da Azul. 

Há pouco, a ação da Azul operava em alta de 4,53%, cotada a R$ 24,25, enquanto o Ibovespa
cedia 0,55%, para 72.541 pontos. 

Mais cedo, a Azul informou mercado que apurou em maio crescimento de 14% no tráfego
medido em passageiros-quilômetros transportados (RPK, na sigla em Inglês) na comparação
com o mesmo mês de 2017. 


abear no facebook

abear no twitter

São Paulo

Av. Ibirapuera, 2332 - Conj. 22 - Torre Ibirapuera I
04028-002 | Moema | São Paulo/SP
+ 55 11 2369-6007

Rio de Janeiro

Av. Marechal Câmara, 160 - Edifício Orly, 8º andar, Sala 832
20020-080 | Centro | Rio de Janeiro/RJ
+ 55 21 2532-6126

Brasília

SAUS Quadra 1 - Bloco J , 10/20 - Edifício CNT - Sala 506
70070-944 | | Brasília/DF
+ 55 61 3225-5215